Orthodontic
Unipam ensino medio2
Unipam ensino medio2

Secretário de Estado de Saúde enaltece AMAPAR e garante que Governo financiará abertura de novos leitos

Quarta 24/02/2021 - André Amâncio
Fonte: Associação dos Municípios da Microrregião do Alto Paranaíba
Secretário de Estado de Saúde enaltece AMAPAR e garante que Governo financiará abertura de novos leitos
Sicoob Credipatos 1

Na manhã desta quarta-feira (24), prefeitos da AMAPAR, receberam em Patos de Minas, o Secretário de Estado de Saúde, Carlos Amaral, que esteve no município avaliando a estrutura hospitalar que atende toda macrorregião Noroeste. Durante o encontro, foram pontuadas as demandas da regional, bem como as medidas imediatas do Governo do Estado, em apoio aos municípios.

Abrindo a reunião, o presidente da AMAPAR, prefeito de Carmo do Paranaíba, César Caetano de Almeida falou sobre as ações conjuntas dos municípios do Alto Paranaíba, como o alinhamento dos Decretos que endureceram as medidas de enfrentamento à Covid-19. O presidente da Amapar ainda apelou ao Secretário para a grave situação da região, com superlotação de leitos, aumento no número de casos confirmados e óbitos, bem como as dificuldades operacionais e financeiras que as prefeituras tem enfrentado diante dessas demandas.

O prefeito de Patos de Minas, que esteve com o Secretário de Estado de Saúde e representantes da FHEMIG em visita as unidades hospitalares (Hospital de Campanha, Hospital Regional e Hospital São Lucas) esclareceu aos demais prefeitos sobre as primeiras medidas adotadas com apoio do Governo do Estado, uma delas, a ampliação de leitos e da estrutura no Hospital de Campanha, que no momento passa por adequações, para receber esses novos leitos, que devem começar a funcionar nos próximos dias.

Nesta semana, o Hospital de Campanha recebeu doação de estrutura, do empresário Guilherme Donâncio, que será utilizada como saguão para aguardar atendimento e centro de triagem. Conforme a necessidade a estrutura poderá ser usada para montar novos leitos e consultórios. Já no início da semana, foram entregues os sete monitores cardíacos para montagem de leitos, viabilizados pela Deputada Greyce Elias.

Em relação ao Hospital São Lucas, Luís Eduardo Falcão explicou que a unidade não tem estrutura física para implantação de leitos. Ele citou problemas como a rede de oxigênio, falta de insumos, entre outros problemas que inviabilizam sua utilização. Na semana passada, uma decisão judicial havia dado parecer favorável à abertura de leitos no HSL, no entanto, de acordo com Luís Eduardo Falcão, seria necessário um investimento de aproximadamente R$ 1 milhão, o que não é viável para o município, considerando que se trata de um hospital particular, embora atenda pelo SUS.

O presidente da Amapar, destacou que muito do controle da situação está nas mãos dos gestores, mas que se a população não compreender o papel dela, a situação tende a se complicar. “Nós determinados uma postura, mas o cidadão tem que entender que o momento é delicado. Outro ponto importante é o alinhamento de todos municípios da região, com Decretos muito parecidos em muito restritivos”, disse.

Governo de Minas

Durante a reunião com os prefeitos, o Secretário de Estado de Saúde, Carlos Amaral enalteceu a ação conjunta dos municípios da Amapar na edição de Decretos alinhados em toda região. “Está tendo coordenação. As prefeituras estão trabalhando juntas. Patos de Minas conseguiu abrir de 10, para 30 leitos, e nós vamos apoiar a abertura de mais leitos. Se a população continuar fazendo o distanciamento adequado, nós vamos ter uma estabilização e ninguém ficará sem atendimento”, comentou.

Carlos Amaral ainda ressaltou que os esforços para ampliação da assistência em saúde na região, devem se concentrar no Hospital de Campanha em Patos de Minas, e que, se necessária a abertura de novos leitos o Governo do Estado financiará esses leitos. O Secretário ainda comentou que o Estado vem observando a capacidade de atendimento nos municípios caso seja necessária a remoção de pacientes para outras regiões. 

Em relação à vacinação, o Governo de Minas recebeu nesta quarta-feira (24), mais um lote com 220 mil doses da vacina AstraZencea/Fiocruz (dose 1) e 137.4 mil da CoronaVac/Butantan (dose 1 e 2), para dar continuidade à campanha no Estado. Carlos Amaral ainda comentou em reunião, que o Governo do Estado vem negociando com Ministério da Saúde as novas doses, e da necessidade de os municípios se prepararem para uma posterior vacinação em massa.

Nova variante 

O Secretário de Estado falou sobre a possibilidade de circulação de uma nova variante do vírus na região. Amostras de pessoas infectadas foram colhidas e levadas para análise da (Fundação Ezequiel Dias).

FHEMIG abre edital para Organizações Sociais interessadas na gestão do Hospital Regional

A Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig) publicou na última quarta-feira (24) edital para celebração de contrato de gestão com entidade sem fins lucrativos, qualificada ou que pretenda qualificar-se como Organização Social (OS) do Estado de Minas Gerais. A parceria entre Fhemig e OS acontecerá no Hospital Regional Antônio Dias (HRAD). De acordo com a legislação mineira, o contrato de gestão é um instrumento firmado entre a administração pública estadual e uma entidade qualificada como OS. Não é necessária a prévia qualificação da entidade sem fins lucrativos como OS para a participação em processo de seleção pública, no entanto, a entidade vencedora deve ser qualificada tempestivamente, antes da celebração da parceria. Por isso, é importante que entidades interessadas deem início ao processo de qualificação.

“A organização social é um projeto antigo, inclusive vem de outros governos. Temos um objetivo muto claro com este projeto. O HRAD tem condição de aumentar em 50% sua capacidade, isso de uma forma rápida, sem grandes obras, somente com mudança de gestão. O Hospital continua sendo público e os direitos dos funcionários serão mantidos em 100%. É um avanço que nós vemos em vários Estados e estava na hora de Minas fazer isso”, disse o Secretário.

ALGM

Presente na reunião, o Deputado Estadual Bosco, comentou sobre as ações empenhadas na Assembleia Legislativa em favor dos municípios mineiros. O parlamentar falou sobre a devolução, ao governo estadual, de R$ 80 milhões economizados pela Casa no ano passado. O dinheiro será utilizado para fomentar a saúde pública — sobretudo no que tange à pandemia do novo coronavírus.


Compartilhe


Comentários

Anuncie Aqui
Rei dos Jeans
Padaria Nova Viçosa
MT Imports
Anuncie Aqui
Rei dos Jeans
Padaria Nova Viçosa
MT Imports