Orthodontic
Vestibular 2023
Vestibular 2023 Fenamilho 2024

Maior é preso e menor apreendido por aplicar golpe do falso pix no comércio de Patrocínio

Terça 31/01/2023 - André Amâncio
Maior é preso e menor apreendido por aplicar golpe do falso pix no comércio de Patrocínio
Sicoob Credipatos 3

No final da manhã de ontem (30), a Polícia Militar (PM) de Patrocínio (MG) foi acionada com a informação de que a proprietária de um estabelecimento comercial de sorvetes e açaí, que caiu em um “golpe do PIX falso” na compra de produtos em seu estabelecimento comercial, via Whatsapp.

A vítima relatou que, por volta das 11h35min, recebeu a solicitação de um pedido de um “suposto cliente”, via Whatsapp, o qual solicitava a compra de três açaís, acrescidos de leite ninho, leite condensado, morangos e bombons, com endereço de entrega no Bairro São Cristóvão.

Em seguida, o suposto cliente solicitou a Chave PIX CNPJ, para, em tese, efetuar o pagamento no valor de R$ 83,46, via pix. Entretanto, foi enviado à vítima um comprovante de transferência pix falso, supostamente proveniente do Banco NU Pagamentos S.A.

A vítima só percebeu que se tratava de um golpe depois que os pedidos já haviam saído para entrega. Sendo assim, a guarnição foi ao endereço da entrega dos produtos e, deparou com os autores, que, ao constatarem a presença das guarnições policiais, tentaram dispensar os produtos de crime e empreender fuga.

Segundo informações do autor, o menor de idade teria inutilizado o aparelho celular utilizado no golpe e jogado em um lote vago. Foi dado busca no lote vago, porém, sem êxito em localizar o aparelho celular, devido sua amplitude.

Em continuidade, foi localizado em posse dos autores os pedidos de açaí realizados no estabelecimento comercial de Sorvetes e Açaí, além de diversos cartões (bancário, plano de saúde, estudantil e profissional [crachá]) em nome de terceiros.

Antes da condução dos envolvidos para o registro no Batalhão de Polícia Militar, uma segunda vítima apareceu no local dos fatos, a qual é vendedora ambulante, e informou que o menor de idade teria comprado dela, por um falso pagamento via PIX, um jogo de cinco cobertas de cama (estampas variadas), um chapéu de palha e um brinquedo de pelúcia. Estes produtos de crime se encontravam no interior da residência do menor de idade.

Diante dos fatos, foi dada voz de prisão ao maior, de 20 anos, e de apreensão ao menor, de 14 anos, recuperados os produtos de crime e os autores apresentados na Delegacia de Polícia para demais providências policiais. 

Terabyte-720

Compartilhe


Comentários

Padaria Nova Viçosa
Whatsapp
Padaria Nova Viçosa
Whatsapp
Zeppelin Lanches