Orthodontic
Unipam 2023
Unipam 2023 Capital Inicial Interno

Homem é preso por pesca ilegal na cachoeira do Rio da Prata

Quinta 01/12/2022 - André Amâncio
Fonte: PO Hoje
Homem é preso por pesca ilegal na cachoeira do Rio da Prata
Sicoob Credipatos 3

Na última quarta-feira (30), um homem de 45 anos, foi preso pela Polícia Militar de Meio Ambiente, em uma estrada vicinal de acesso ao povoado de Andrequice, zona rural de Presidente Olegário (MG), por pesca ilegal no Rio da Prata.

Conforme a ocorrência policial, os militares realizavam patrulhamento de rotina quando depararam com uma motocicleta Honda, ocupada por dois indivíduos. Logo atrás transitava um veículo GM Kadett. Os ocupantes dos veículos, ao perceberem que seriam abordados, correram e entraram em uma vegetação. 

Eles foram perseguidos, sendo que os militares capturaram um homem de 45 anos. Ao ser questionado o motivo de ter corrido da guarnição policial, ele relatou que estava pescando no Rio da Prata desde às 6h da manhã, com mais três pessoas, não informando mais informações dos demais, dizendo que estes residem em Presidente Olegário. 

Os militares realizaram buscas no veículo GM Kadett e encontrado no porta malas, dois sacos de linhagem contendo 12,800kg de peixes de várias espécies, como dourado, matrinxã, cascudo sem cabeça e pacamã além dos peixes. O pescado foi apreendido, além de um rádio comunicador que os pescadores usavam para passar informações.

Diante dos fatos, o homem foi preso encaminhado para a Delegacia da Polícia Civil de Plantão. Os peixes foram descartados em um aterro na cidade de Patos de Minas, após avaliação de um biólogo que emitiu um laudo atestando que os peixes eram impróprios para o consumo humano, pois apresentava forte odor, uma vez que ficou muito tempo exposto em temperatura ambiente.

Ele foi conduzido para a Delegacia da Polícia Civil de Plantão com material apreendido. Já os dois veículos foram encaminhados para o pátio do Detran-MG.

Em nota, a  Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG)  disse que ratificou a prisão em flagrante delito do homem, de 45 anos, nesta quinta-feira (1), em Patos de Minas. Após oitiva, a Autoridade Policial arbitrou fiança, conforme previsão legal, no valor de R $1200 reais, que foi quitada e ele segue sendo investigado em liberdade.

A Polícia Militar de Meio Ambiente ainda não finalizou as multas que serão aplicadas aos pescadores, uma vez que os demais infratores não foram identificados até o fechamento da reportagem.

Entre 1º de novembro de 2022 e 28 de fevereiro de 2023, a Polí­cia de Meio Ambiente reforça as operações de combate à pesca ilegal, porque é o período da Piracema, ou seja, temporada de reprodução dos peixes.

Durante esse tempo os peixes se deslocam até as nascentes dos rios ou até regiões rasas dos rios para desovar, facilitando a pesca.

Centro  Politécnico

Compartilhe


Comentários

Anuncie Aqui
Padaria Nova Viçosa
Whatsapp
Anuncie Aqui
Padaria Nova Viçosa
Whatsapp